10 dicas de livros para presentear mamães e futuras mamães

10 dicas de livros para presentear mamães e futuras mamães

Para as mamães que amam ler, selecionamos 10 sugestões de livros que irão ajudar a lidar com todas as mudanças e surpresas da chegada de um filho.

O QUE ESPERAR QUANDO SE ESTÁ ESPERANDO
O-QUE-ESPERAR-QUANDO-SE-ESTue-ESPERANDO-340x499

De Arlene Eisenberg, Heidi Murkoff e Sandee Hathaway
O livro é uma grande fonte de informações para dúvidas como a escolha do médico, os exames de pré-natal, a escolha do parto, além de cuidados do pós-parto e a amamentação.

EU ERA UMA ÓTIMA MÃE ATÉ TER FILHOS
EU-ERA-UMA---TIMA-M--E-AT---TER-FILHOS-335x499
De Amy Nobile e Trisha Ashworth
O livro relata de forma bem humorada as sensações que passamos durante a maternidade. Especialmente aquela de que não somos nem parecidas com a mãe que achávamos que seríamos. As autoras querem mostrar que é possível ser uma boa mãe sem se cobrar para ser a “ mãe perfeita”.

SOCORRO, TEM UM BEBÊ NA NOSSA CAMA
SOCORRO-TEM-UM-BEB---NA-NOSSA-CAMA-329x499

De Glen e Natale Williams
O casal de terapeutas Glenn e Natalie ensinam ao leitor a lidar com a “revolução” que a chegada do primeiro filho trás a vida e a rotina do casal, mostrando formas para que essa nova realidade não seja motivo de desentendimentos ou separação do casal.

CRIANÇAS FRANCESAS NÃO FAZEM MANHA
CRIAN--AS-FRANCESAS-N--O-FAZEM-MANHA-347x499
De Pamela Druckerman
Grávida e morando com a família em Paris a autora norte americana notou como as mães francesas pareciam mais tranquilas ao lidar com a maternidade e como isso resultava em filhos aparentemente mais obedientes e também mais felizes. A partir dai se vê dividida entre seus próprios costumes e aos adotados pela família na nova cultura da qual agora faziam parte.

A ENCANTADORA DE BEBÊS
A-encantadora-de-bebes
De Tracy Hogg, Melinda Blau
O livro ficou conhecido por trazer técnicas que prometem transformar a vida da mãe com o bebê mais fácil.  As autoras se baseiam na tese de que a mãe não pode fazer do bebê o centro de tudo e sim, inserir o filho na rotina da casa aprendendo a conhecer as necessidades do filho e a tomar as decisões mais acertadas, que favorecerão toda a família.

A VIDA COM CRIANÇAS
A-vida-com-crian--as-333x499
Lulli e Julia Milman
As psicólogas – mãe e filha – tratam de temas os diferentes tipos de família: monoparentais, homoafetivas, as de pai e mãe separados, a família estendida, guarda compartilhada, uso da chupeta, amamentação, sono, castigo, déficit de atenção e hiperatividade, sexualidade infantil, bullying, entre outros.

CRIANDO MENINOS – PARA PAIS E MÃES DE VERDADE!

criando-meninos-347x499
De Steve Biddulph
Quem tem meninos em casa sabe que o comportamento deles em relação as meninas é bem diferente. São mais agitados, gostam de brincadeiras mais brutas como lutas ou jogo de bola. Em seu livro o autor mostra sua experiência pessoal como pai de um menino e discute de forma prática questões do desenvolvimento de um homem desde seu nascimento até a fase adulta como sexualidade, agressividade, problemas de disciplina, organização entre outros.

CRIANDO MENINAS
criando-meninas-346x499
De Steve Biddulph
Depois do sucesso do livro “Criando Meninos” Steve Biddulph destaca em seu novo livro, “Criando Meninas” a preocupação com a formação de meninas levantando temas como a sexualização, a ansiedade quanto a aparência e a falta de contato com mulheres que possam servir de exemplo.

MÃE SEM MANUAL
M--e-sem-Manual-356x499
Rita Lisauskas
Após o sucessso de seu blog “Ser Mãe é padecer na Internet”, a autora lança seu primeiro livro que narra as fases desde a descoberta da gravidez até o primeiro ano do bebê. Com textos bem humorados, a jornalista traz situações cotidianas da maternidade que inclue cobranças, dúvidas e inseguranças de toda mãe que quer acertar sempre, além de temas cortidianos como noites sem dormir, amamentação, as neuras com a saúde do bebê, entre outros…

JÁ TENTEI DE TUDO
Jue-TENTEI-DE-TUDO-347x499
Isabelle Filliozat
Um manual para as mães que ficam, no mínimo constrangidas com as birras dos filhos. Aquele momento em que eles batem pé, se jogam no chão do supermercado e ficamos sem ação. Neste livro, a psicoterapeuta mostra que as birras muitas vezes vista como desobediência ou falta de educação é unicamente a maneira que as crianças conhecem como forma de expressar suas necessidades e angústias auxiliando as mães a aprenderem a lidar com isso.