Cuidados com os dentes desde a gestação

Cuidados com os dentes desde a gestação

 

O final de semana aqui em casa foi em função da “novidade” do Theo, os dentes.
Ele passou uma semana meio “chatinho”, com um pouco de febre e mordendo tudo que via pela frente, até que no sábado dois projetos de dentes apontaram e ele se acalmou. Agora é ficar de olho e cuidar com atenção. Até podemos pensar “ah, mas ainda está cedo para pensar nisso”, mas dentes é uma coisa que não se brinca.  É importante que a gente cuide da saúde bucal deles desde a nossa gravidez, sabia?
Com a mesma importância que damos ao nosso pré-natal, o pré-natal  odontológico é necessário para que a gente evite problemas futuros.  Olha só as dicas que a Cláudia Mezzomo passou para esclarecer alguns mitos e verdades sobre a saúde bucal durante a gestação:

 

A expectativa maravilhosa da chegada de um bebê na família, as mudanças, os preparativos e os cuidados necessários durante a gravidez transformam muito a vida da mamãe e de seus familiares. Só que muitas vezes a família esquece da saúde bucal! A maioria das gestantes não sabe, mas cuidar da saúde da boca é tão importante quanto cuidar da saúde como um todo durante a gravidez. É a partir da 6a semana gestacional e 4o mês de vida intra-uterina que a dentição e o paladar do bebê começam a se desenvolver. Por isso, são nessas fases que os pais determinam o comportamento que os filhos terão no futuro. É aí que entra a educação alimentar e hábitos saudáveis de higiene e de vida. Por isso, a saúde bucal da mãe tem tudo a ver com a saúde do bebê. Mas vamos começar do início. A gestante e o pai do bebê devem ir ao dentista assim que souberem da gravidez. Sabe por quê? Para os pais que já mantém um acompanhamento de rotina com o seu dentista, os riscos para o desenvolvimento de problemas bucais específicos durante uma gestação são bem reduzidos. Ainda assim, a visita ao dentista deve acontecer e continuar periodicamente. Se você, infelizmente, não tem esse hábito, e vai ao dentista só quando está com algum problema, os riscos são bem maiores. Neste contexto entra o Pré-Natal Odontológico com o objetivo de proporcionar as gestantes orientações educativas, preventivas, dicas de dieta, cuidados quanto às alterações hormonais e amamentação adequada (que é importante tanto para a nutrição do bebê e desenvolvimento emocional quanto para o crescimento e desenvolvimento da face dele – músculos, mandíbula e maxila- garantindo uma boa oclusão e respiração). Além de detectar e tratar doenças ou condições bucais que possam comprometer a saúde da mãe e do seu bebê.  Vale lembrar que toda a gestante precisa ter um cuidado específico com a saúde bucal. Com as alterações fisiológicas e hormonais da gestação, ela fica mais susceptível a infecções e problemas odontológicos. Normalmente esses problemas surgem pela falta de medidas preventivas no controle eficaz da placa bacteriana. Há inúmeras pesquisas que evidenciam a relação entre doenças bucais, partos prematuros, nascimentos de bebês de baixo peso e abortos.  Nas gestantes, as alterações hormonais (que elevam os níveis de progesterona e estrógeno), e os enjôos e vômitos frequentes, aumentam a acidez bucal e favorecem o desenvolvimento das bactérias na boca. Assim, os dentes e toda a mucosa ficam mais vulneráveis às cáries e às infecções na gengiva e estruturas que sustentam os dentes. Nesta fase, você está mais vulnerável, mas isso não significa que terá infecção. A inflamação ou infecção na boca apenas ocorre na presença de placa bacteriana, independente de estar grávida ou não. Para não correr este risco, vá ao dentista, faça a higiente bucal corretamente e tenha uma alimentação balanceada. Também existe o mito de que os dentes ficam mais fracos durante a gravidez, pelo organismo da gestante utilizar o cálcio dos dentes para formação do bebê. A necessidade de cálcio na gestante realmente dobra (para a formação do feto) e com as alterações hormonais, mudança de hábitos alimentares, algumas vezes o organismo da gestante retira o cálcio e os minerais dos seus ossos para usá-los na formação dos ossos do bebê, e não dos seus dentes. Daí a importância de uma dieta bem equilibrada durante esta fase, rica em todos os minerais. Fatores desfavoráveis durante a gravidez, como carência nutricional, infecções e algumas medicações em excesso, também podem influenciar para uma má formação e mineralização dos dentes do futuro bebê. Para suprir as necessidades do feto, a grávida deve optar por alimentos ricos em minerais como queijo, leite e peixe. Assim, com uma dieta equilibrada, rica em fósforo, cálcio e vitaminas A, C e D, você manterá seu bebê nutrido e proporcionará um desenvolvimento saudável. Os dentes não ficam com menos cálcio, mais fracos e nem quebram porque a mulher está grávida! O que geralmente acontece é que a gestante muda muito seus hábitos alimentares durante a gravidez, mantendo os mesmos cuidados com os dentes que tinha anteriormente. Passa a comer mais, tem desejos inusitados de doces ou alimentos com alto teor de açúcar, etc. Essa alteração na alimentação, o aumento na frequência de ingestão de alimentos cariogênicos (com alto teor de açúcares) e a deficiência na higiene bucal aliados a todos os fatores de alterações durante a gestação, facilita a erosão ácida e a atividade cariogênica mais severas. Daí a impressão de que os dentes estão mais fracos. Fique atenta: sangramento espontâneo ou quando passa o fio dental, dor, gengivas coçando ou inchadas, mau hálito, dentes maiores que o normal, dentes quebrando sem motivo e cáries repentinas podem ser sinais de que você tem doenças bucais e está colocando em risco a sua saúde, a do seu bebê e a do seu companheiro. A gravidez não é a responsável pelo aparecimento repentino de cáries, pelas doenças periodontais e nem pela perda dos dentes. Além disso, a gravidez não impede que você cuide da sua saúde bucal caso sinta qualquer sintoma diferente do normal durante a gestação. Por isso, cuide-se! Vá ao dentista, fique de olho em possíveis alterações na sua boca e incentive seu filho a cuidar dos dentes desde o nascimento.
Espero ter ajudado as mamães! Qualquer dúvida entre em contato! “

Dra. Claudia Mezzomo Pocztaruk
Especialista e Mestre em Ortodontia e Ortopedia Facial
CRO 13876
www.doutorrafael.com.br
Reabilitação Oral e Ortodontia
R.Miguel Tostes 533/202
(051) 30627112
atendimento@doutorrafael.com.br