Saiba como colocar o primeiro brinco do bebê

Saiba como colocar o primeiro brinco do bebê

 

O primeiro brinco costuma ser a primeira joia que a menina ganha. Em outros tempos, era comum que a bebê já saísse da maternidade com as orelhas furadas, inclusive. Nos dias atuais, por precaução contra infecções, os hospitais não estão mais realizando esse procedimento. Aí surgem as dúvidas: onde e quando colocar o brinco na criança com a segurança necessária?

13843503_10207783288233556_405005171_o

A enfermeira Mari Dias, da Meu Primeiro Brinco, dá as dicas:

QUANDO COLOCAR
Não existe uma regra em relação à idade para colocar os brincos. O momento ideal é aquele escolhido pelos pais. Alguns pediatras orientam apenas que o coto umbilical tenha caído. Quanto menor for a bebê, menor será o risco de ela sentir dor.

ONDE COLOCAR
Clínicas de vacinação e farmácias realizam esse serviço e, pelas regras da Anvisa, farmácias só podem furar orelhas desde que o procedimento seja feito com brincos estéreis vendidos no próprio local e colocados com ajuda de equipamento apropriado (uma espécie de pistola).
Para as mamães que não se sentem confortáveis em sair de casa com os bebês tão pequenos, há atendimentos domiciliares, com taxa um pouco maior pela praticidade.

QUAL É O MELHOR BRINCO?
Os brincos de ouro, não só banhados, ou os de aço cirúrgico são os mais indicados por terem menor risco de causar infecções ou reações alérgicas à criança. Os brinquinhos devem ser bem pequenos e arredondados.

VAI DOER?
A orelha é uma cartilagem e tem menos enervações que outras partes do corpo, por isso a dor provocada pelo furinho tende a ser menor que a de uma vacina, por exemplo. Hoje em dia existe um anestésico tópico que pode ser usado antes.

DEPOIS DA COLOCAÇÃO
Deve-se ficar atento a sinais de inflamação, dores ou secreções. Caso isso ocorra, retire os brincos imediatamente e limpe-o com álcool. Se não houver inflamação, é recomendado limpar fazer higiene com álcool 70% duas vezes ao dia durante 15 dias.