Seu filho enjoa em viagens? Aprenda a prevenir

Seu filho enjoa em viagens? Aprenda a prevenir

 

Bastante comum em crianças, a cinetose (enjoo pelo movimento) pode ser aliviada com algumas atitudes simples como incluir paradas durante a viagem e eliminar elementos que mascarem o movimento dentro dos veículos como revistas, tablets e smartphones.

Alguns cuidados reduzem o risco de enjoos:

Até mesmo no caminho à escola
A criança enjoar durante viagens é um fenômeno bastante prevalente. É a cinetose, que se torna menos intensa com o passar dos anos e na maioria dos casos desaparece antes da vida adulta. O mal-estar ocorre em deslocamentos de carro, ônibus, avião, trem ou barco. Em alguns casos, a viagem deve ser longa para que ocorram os sintomas, mas há crianças que sofrem todos os dias, com o simples deslocamento até a escola.

Consciência do movimento
A cinetose é mais recorrente em viagens de carro ou ônibus e desencadeia vômito, dores abdominais e de cabeça. Para evitá-la, o melhor é estimulá-la a se adaptar ao movimento, ou seja, fazer com que ela tenha consciência de que está em movimento, o que diminui o desconforto dela durante a crise. Por isso, a leitura durante a viagem deve ser evitada, assim como outras atividades que distraiam a atenção em relação ao movimento, como o uso de celulares, notebooks e tablets.

Barriga vazia não impede vômitos
Nas ocasiões em que a cinetose tende a provocar vômitos, a criança os terá mesmo com o estômago vazio. Desse modo, é importante que ela esteja bem alimentada e hidratada antes da viagem, mas evite refeições volumosas ou de difícil digestão. É preferível que a última refeição seja feita uma ou duas horas antes de iniciar a viagem, pois passado esse tempo o estômago estará mais vazio e isso é uma vantagem.

Paradas a cada duas horas
Normalmente, em viagens mais longas, quando possível, é indicado que ela seja interrompida a cada duas horas. Quem está passando por alguma crise durante a viagem sequer consegue alimentar-se. Dessa forma, faça uma parada mais longa, de 30 minutos a uma hora, pois em caso de cinetose leve, em alguns casos é possível aliviá-la durante essa parada e até mesmo ingerir líquido ou alimento em pequena quantidade.

Por: Daniel Batistella
Foto: Bigstock